BUSCAR

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Alencar fará hemodiálise após exame para encontrar hemorragia

O vice José Alencar na UTI do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo 
O vice José Alencar na UTI do hospital Sírio-Libanês,
em São Paulo (Foto: Ricardo Stuckert / Presidência)

Boletim médico divulgado pelo hospital Sírio-Libanês, no início da tarde desta terça-feira (28), informa que o vice-presidente será submetido a uma hemodiálise após o exame de arteriografia (radiografia das artérias), que vai permitir a localização exata da hemorragia no intestino de Alencar.

O vice-presidente está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde quarta-feira (22) por causa de uma hemorragia intensa, o que o levou a perder dois litros de sangue. Não há previsão para que Alencar saia da UTI.

O sangramento, inicialmente, foi controlado com medicamentos no início da madrugada de quinta-feira (23). Segundo a equipe médica, Alencar segue em estado considerado delicado e estável.

O médico Paulo Hoff, que integra a equipe que acompanha José Alencar, disse na manhã desta terça-feira, que Alencar está recebendo transfusão de sangue regularmente. "Esse é um dos problemas que o paciente tem de enfrentar por conta da hemorragia. Houve dias que o sangramento parou, mas vai e volta. A hemorragia está melhor do que quando ele [Alencar] chegou ao hospital. Como o sangramento pode voltar a acontecer, optamos por esse procedimento mais invasivo, mas sem riscos ao paciente."

A arteriografia, segundo Hoff, "é um procedimento parecido com o cateterismo. O paciente é sedado e poderemos acompanhar o contraste injetado e saber onde está o sangramento, que é intermitente e pode provocar outros problemas médicos."

Nenhum comentário: