BUSCAR

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Votação relâmpago aprova aumento de salários para Parlamentares, presidente, vice e ministros

Quando se trata de um trabalhador comum, a briga dura de seis a 12 meses para que seja aprovado um aumento de, no máximo, 10% do salário mínimo, mas para eles a aprovação é relâmpago, isto é, apresentada a proposta, analisada e aprovada sem perda de tempo e dinheiro. 

Em uma votação relâmpago, o Senado aprovou nesta quarta-feira, 15, o projeto que concede aumento de 61,83% no salário dos próprios senadores e dos deputados federais, de 133,96% no valor do vencimento do presidente da República e de 148,63% no salário do vice-presidente e dos ministros de Estado. A proposta foi aprovada no inicio da tarde pelos deputados e não aguardou nem uma hora para ser votada pelos senadores. Esse projeto iguala os salários de deputados e senadores, do presidente da República, do vice e dos ministros. Todos eles passarão a receber R$ 26.723,13 por mês, mesmo valor do salário do ministro do Supremo Tribunal Federal e que serve como teto do funcionalismo público.

Se em outras votações importantes de interesse da população fosse também votado desse jeito com tanta rapidez, o Brasil com certeza seria outro país
Fonte: O Estadão

Nenhum comentário: