BUSCAR

quarta-feira, 30 de março de 2011

Corpo de José Alencar começou a ser velado em Brasília

Parentes e amigos participam do velório, na foto a viúva Marisa Gomes e o presidente em exercício Michel Temer (G1)

O corpo do ex-vice-presidente, José Alencar, morto aos 79 anos em decorrência de câncer, começou a ser velado na manhã desta quarta-feira (30) no Palácio do Planalto.

É o primeiro velório no palácio desde a morte do presidente Tancredo Neves, em 1985. A visitação estará aberta ao público até as 23h30, segundo informou o Planalto. Na manhã desta quinta, o corpo será levado para Belo Horizonte, onde haverá outro velório.

O caixão deixou o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por volta das 7h. Foi transportado para Brasília em um avião da Força Aérea Brasileira. No trajeto entre o aeroporto e o palácio, motoristas pararam os carros na beira da pista e centenas de pessoas se aglomeraram para acenar, muitos com bandeiras do Brasil.

Assim que chegou ao Planalto, às 11h03, bombeiros retiraram o caixão do carro da corporação que transportou o corpo e o entregaram a seis cadetes das Forças Armadas, dois do Exército, dois da Marinha e dois da Aeronáutica. Os militares subiram a rampa do palácio com o caixão nos ombros até o salão destinado ao velório. Antes, houve uma salva de 21 tiros de canhão.

O presidente em exercício da República, Michel Temer, e a mulher do ex-vice, Marisa Gomes da Silva, recepcionaram,o corpo no topo da rampa, que dá para o Salão Nobre. Em seguida, começou uma missa, celebrada pelo secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa.

Ministros de Estado, do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça e o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, estavam no salão à espera da chegada do caixão.

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm chegada prevista às 19h de Portugal. Eles estiveram na Universidade de Coimbra, onde Lula recebeu o título de doutor "honoris causa", que dedicou a Alencar.

Para organizar a multidão esperada para prestar homenagem ao ex-vice, foram colocadas grades de contenção ao redor da sede de governo da Presidência. Fonte: G1

Nenhum comentário: