BUSCAR

sábado, 19 de março de 2011

Kassab deixa DEM para fundar PSD

Kassab observa piscinão na Penha (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)
Kassab observa piscinão na Penha neste sábado (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)

Agora é oficial, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, confirmou neste sábado sua saída do DEM para fundar o novo partido político do Brasil, o PSD - Partido Social Democrático que deve ser criado nos próximos dois meses e já conta em São Paulo com a filiação do vice-governador do estado, Domingos Afif, ex. DEM, além de Afif, Kassab vai filiar no novo partido o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Jorge e o ex-secretário estadual de Planejamento Francisco Luna, Kassab disse que vai decidir entre os três quem será seu candidato a prefeitura de São Paulo em 2012, porém, os três disseram que não aceitam o convite.

De acordo com o prefeito, o PSD tem como objetivo “acelerar a correção das desigualdades sociais do país”. “É um partido que sabe que o importante é ter investimentos para o desenvolvimento. É um partido que tem uma posição clara de centro, mas evidentemente procurando conviver com todos os partidos que têm uma sintonia com as diretrizes já estabelecidas. Kassab afirmou que lideranças de nove estados já estão articuladas para a filiação ao PSD. Ele, porém, não precisou quais estados nem quais políticos devem participar da nova legenda. A meta é que essas lideranças já possam concorrer nas próximas eleições municipais, em 2012.

Kassab afirmou que considera errada a forma como o DEM vem sendo gerido e que o motivo de sua saída foi a postura errática [do DEM] de ser contra qualquer política pública que seja apresentada no plano federal”, afirmou. O senador José Agripino (RN), novo presidente do DEM, rebateu as afirmações de Kassab. “Como um partido de oposição, somos contra os erros do governo. Defendemos os interesses do cidadão.

Aqui na Bahia a principal liderança do PSD será o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Otto Alencar (PP), que segundo comentários vai levar diversos deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores para nova legenda.

Kassab lançará amanhã seu novo partido, em Salvador (BA), exibindo como principal aliado o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos.

Segundo Kassab, o evento amanhã em Salvador será para que um conjunto de líderes políticos manifeste a intenção de ingressar no partido quando ele for criado. Ele disse ainda que no evento de segunda-feira, na Assembleia Legislativa de São Paulo, serão apresentadas as diretrizes para a construção do programa partidário.

Nenhum comentário: