BUSCAR

quinta-feira, 7 de abril de 2011

De olho na Política

DIAS NA VICE-PRESIDÊNCIA DO BANCO DO BRASIL



O ministro Guido Mantega (Fazenda) anunciou nesta quarta-feira a indicação do ex-senador Osmar Dias (PDT-PR) para a vice-presidência de Agronegócio do Banco do Brasil. O nome do ex-senador tem que ser aprovado pelo conselho de administração do banco. Osmar Dias é filiado ao PDT e foi senador pelo Paraná.


MOEMA É VICE DA FNP


FOTO: Roberto Stucket Filho - GOVERNO

A prefeita Moema Gramacho, de Lauro de Freitas, foi eleita 1ª vice-presidenta da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com a responsabilidade de articular as políticas para mulheres entre prefeituras de todo o país. Após a eleição, em Brasília, a nova diretoria da FNP foi recebida pela presidenta Dilma Roussef.


SÉRGIO LANÇA PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITURA DE FEIRA



O deputado federal Sérgio Carneiro (PT) declarou que pretende ser candidato mais uma vez a Prefeito em Feira de Santana, segundo ele os 26% de votos que recebeu na eleição em 2008 o credenciam para tentar novamente.


JACKSON LAGO É SEPULTADO NO MARANHÃO



O corpo de Jackson Lago (PDT), governador do Maranhão de 2007 a 2009, foi enterrado na manhã desta quarta-feira no cemitério Parque da Saudade, em Vinhais, São Luís. O velório foi realizado ontem e durante a noite de hoje na sede do PDT, no centro de São Luís. Lago morreu anteontem, aos 76 anos, no Hospital do Coração, em São Paulo. Ele fazia um tratamento com quimioterapia para o câncer de próstata. Segundo o hospital, onde ele estava internado desde o dia 30 de março, o governador morreu por falência de múltiplos órgãos. Antes do velório, o corpo de Lago percorreu em cortejo num carro aberto do Corpo de Bombeiros pelas ruas de São Luís. A família acompanhou o cortejo em um microônibus.


KÁTIA ABREU NO PSD


No discurso de despedida do DEM feito na tarde desta quarta-feira, no plenário do Senado, a senadora Kátia Abreu (TO) disse que se filiará ao PSD, partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, não por ter rompido com seus colegas democratas, mas pela constatação de que se esgotou um ciclo “e não apenas um ciclo pessoal, mas conjuntural, político, um ciclo da vida partidária brasileira”. “Queremos o fim da farsa, queremos que os partidos sejam o que precisam ser: expressões efetivas de correntes de pensamento da sociedade, que convirjam a partir de ideias e ideais e não em função do antagonismo ou protagonismo em relação a quem está circunstancialmente no poder como ocorre hoje”, afirmou. Kátia deu como certa a filiação de 40 deputados ao novo partido, desligados do DEM, PSDB, PT e PPS, entre outras legendas, além dos governadores do Amazonas, Omar Aziz (PMN), e de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM). Todos eles, de acordo com senadora, trocam de filiação porque se sentem incomodados com a “ditadura partidária”. Fonte: Política Livre

Nenhum comentário: